Cinco documentários sobre a PCT

Há exatos 2 anos eu dava o primeiro passo na Appalachian Trail. Quando terminei, 131 dias depois, eu prometi pra mim mesmo que nunca mais iria fazer aquilo. Eu estava mentindo.

Daqui a 30 dias eu estarei em Campo, sul da Califórnia, divisa com o México, para um desafio diferente: caminhar até o Canadá, seguindo a Pacific Crest Trail. Se tudo correr como o planejado serão mais 4650 km de caminhada, três estados, quatro meses de caminhada. Em um ano que está particularmente complicado, com grande acúmulo de neve em boa parte da trilha.

Muita gente conhece a PCT por causa do Wild (Livre), que relata a viagem da autora Cheryl Strayed. O filme de mesmo nome, estrelado por Reese Whiterpoon, fez a trilha ficar tão conhecida que o número de caminhantes explodiu nos últimos anos.

Eu gosto bastante de Wild, livro e filme, mas não acho que ele reflita fielmente o que é uma trilha como a PCT. Por isso selecionei cinco (bons) documentários sobre a trilha que você pode assistir online:

Only the Essential -A Hike from Mexico do Canada on the Pacific Crest Trail (2015)

O documentário acompanha a caminhada de Casey Gannon e Colin Arisman em 2013. A narração me incomoda um pouco, mas é um bom exemplo do que a PCT.

 

As it Happens: Pacific Crest Trail (2014)

Andy Laub é um ótimo contador de histórias e hiker experiente. Criou o projeto Dusty Camels e dirigiu esse documentário sobre sua caminhanda pela PCT em 2011. Ótima edição e gráficos, um super trabalho de edição de fotos e boa trilha sonora original.

 
Do More With Less: A Conversation About the Pacific Crest Trail (2015)

Um dos meus prediletos. Travis Barron e Eric Timmerman fizeram a trilha em 2014 e durante o caminho entrevistaram mais de cem caminhantes. O resultado é esse filme que transmite bem o que é a PCT. Boa trilha original, além de Caribou e Sigur Rós.

 

4,270 KMs – A Pacific Crest Trail Documentary (2018)

O destaque do filme do francês Anthony Jouannic são as belas imagens, incluindo aéreas (drones são probidos na PCT). Vale o registro.

 

Out and Back on the Pacific Crest Trail (2019)

Em 2018 James “Jupiter” Hoher começou a PCT com o objetivo de fazer o que é conhecido como YoYo: ir do México ao Canadá, dar meia volta e fazer a trilha inteira novamente no sentido contrário. A história é contada nesse bom documentário dirigido pelo sempre competente John Zahorian.

Anúncios

Longa Distância no YouTube!

O ano começou cheio de novidades por aqui. Fiz uma nova marca nova, mudei um pouco o visual do blog e dei o primeiro passo (tudo começa com um primeiro passo) em uma série de vídeos no YouTube sobre a Pacific Crest Trail.

A partir de hoje serão 100 dias até o meu início na PCT. A ideia é subir um vídeo por semana contando a preparação para a trilha, o planejamento, os equipamentos que vou usar, meu treinamento. Uma espécie de aquecimento para os vídeos que pretendo mandar da trilha. E depois, já fazendo a trilha, preciso ver como será meu acesso à internet para ver se consigo manter essa regularidade. Se não conseguir postar um vídeo por semana quero subir pelo menos um a cada 15 dias. Assista ao vídeo, se inscreva no canal e ative as notificações para ficar sabendo quando subir os outos vídeos.

Os textos no blog vão continuar, claro. E estou armando outras parcerias que conto pra vocês em breve.

Estrada Real – o vídeo

Em 2016 eu resolvi caminhar a Estrada Real. Durante o mês de junho andei de Diamantina ao Paraty. Foi a primeira parte do treinamento para a Appalachian Trail, que eu faria no ano seguinte.

Durante a caminhada eu gravava e postava vídeos diários no Facebook, além de escrever relatos diários aqui no blog. Ano passado subi os vídeos para o YouTube e agora resolvi editá-los na sequência. Incluí algumas fotos que tirei durante a viagem e o resultado é o vídeo abaixo. Quase 50 minutos de uma história que durou 32 dias.

Foi bom voltar a essa história e rever alguns dos personagens que conheci naquele ano. O Dedé, o José Sebastião, o Alberico, o Anemércio, o Jorge…. Foi bom rever as cidades, as paisagens, os causos da caminhada. Ouvir de novo as siriemas, os tucanos, o barulho da mata. Tá tudo aí. Bom filme.

 

Um video com 1500 fotos no Instagram

Pois é. Essa foi a forma que achei de registrar a viagem para Orlando com Alê e Jade em Setembro. Tirei 1500 fotos, na câmera e no Iphone, joguei uma a uma no Instagram, coloquei algum efeito (na maioria das vezes do Early Bird), depois de volta para o computador, editei no iMovie e voilá! Quatro minutos de filme. Os títulos foram escritos no Typic, também para iPhone. E a trilha é o ótimo Parov Stelar. O resultado está aí abaixo.

Vídeos com fotos: Moscou, Buenos Aires e Nova Iorque

Eu e Alê temos uma mania: toda vez que a gente viaja fazemos um vídeo em time lapsing de fotos. O primeiro que fizemos foi em New York (com uma paradinha em Chicago):

Depois fizemos em Buenos Aires, Montevideo e interior do Uruguai:

Agora chegou a vez de Moscou:

O processo é relativamente simples: fazemos váaaaarias fotos em sequência (algumas vezes eu uso a função de múltiplas fotos da máquina, outras simplesmente saindo batendo fotos como um louco…). Depois jogo todas as fotos e edito no iMovie, variando o tempo de exposição de cada imagem e tentando adequa-las às músicas que escolhemos como trilha.

E aí? Tá esperando o que pra fazer um filmes com as suas fotos?