Canadá – O Vídeo

Sabe aqueles videos que eu faço das viagens? Pois é. Aí está o do Canadá. Estou devendo o texto, eu sei. No final de semana fica pronto.

Anúncios

Bagagens extraviadas

As horas que passei detido na imigração em Chicago foi apenas o primeiro ponto de uma viagem cheia de contratempos.

Saimos da imigração as 8h30, bem depois do horário marcado para nossa conexão para Toronto, que seria as 7h. O voo da Air Canada foi sem a gente. Expliquei o problema para o pessoal da United no aeroporto e sem chororô fomos colocados num voo da própria United (na verdade de sua subsidiária United Express) as 9h30. O processo das bagagens no entanto se tornou outro fardo.

Com os voos de conexão nos Estados Unidos funciona assim: você faz alfândega na cidade onde chega e depois apenas coloca a bagagem em uma esteira. A partir daí ela será enviada ao seu destino final. No nosso caso, como perdemos a conexão, passamos de novo em um balcão de check in, onde nossas bagagens foram etiquetadas – mas continuamos (aí esteve o erro) com os tickets do voo anterior. Aquele que não embarcamos…)

Quando chegamos em Toronto, nossas bagagens não chegaram. Pior: tinhamos um outro voo, este sem ser conexão, comprado separadamente, para Quebec na sequência. Depois de conversar tanto com o pessoal da United quanto da Air Canada e alfândega, a recomendação foi: não se preocupe. Vá para Quebec que sua bagagem vai ser entregue lá.

É de dentro do Bombardier Q400 da Air Canada que vai aterrizar em Quebec que escrevo. Tenho na minha bagagem de mão os ítens mais importantes: passaportes, câmera fotográfica, uma blusa de para o Frio, o Ipad onde escrevo, dinheiro, cartões de crédito e um saco plástico transparente com uma escova de dentes e dois recipientes com menos de 100ml de líquidos. Minhas roupas, meias, cuecas, camisas, calças, luvas, gorro e necessaire estão em algum lugar entre Chicago e Quebec, em uma mala etiquetada com destino a Toronto.

UPDATE: chegamos em Quebec e a informação que temos é que as malas estão no México…
UPDATE2: a Air Canada, companhia que faz parte (assim como Tam e United) da Star Alliance, tem um excelente sistema de rastreamento de bagagem. Em Quebec nos informaram o código da nossa reclamação e através do site acompanhamos a poaição das malas. Hoje a informação é “enviadas para o aeroporto de destino”. Espero que cheguem no hotel.

Próximo destino: Canadá

Decidi que o resto das minhas férias (2 semanas que ainda me restam) serão no Canadá. Tinha um voucher de 800 dólares da United Airlines de um overbooking em Chicago (conto essa história com calma daqui a pouco) e a passagem para qualquer cidade canadense estava mais barato que para as cidades americanas. E como Canadá era um desejo antigo, já viu…

A história do overbooking é a seguinte: ano passado eu e Alê fomos para New York, em um vôo da United que fazia uma conexão em Chicago. No retorno, quando chegamos para embarcar no aeroporto de O´Hare, vimos que nosso cartão de embarque tinha todas as informações, menos o número do assento. Procurei um dos funcionários da companhia que me explicou: o voo estava com mais passageiros que assentos e se a gente pudesse ficar na cidade eles pagariam hotel, alimentação e dariam 800 dólares de crédito para cada um de nós. Topamos e passamos 24 horas na cidade. O crédito vai ser usado agora, na viagem ao Canadá.

Quando fui fazer a reserva, olhei destinos tanto nos EUA quanto no Canadá. Para cidades americanas, os preços não eram menos que 1300, 1400 dólares. Para o Canadá, por outro lado, estavam em torno de mil, com os voos passando novamente por Chicago. Optei por Toronto e a partir dali a ideia é conhecer, em duas semanas, a costa leste canadense (ou pelo menos as principais cidades, como Ottawa e Montreal).

Aliás, os preços ainda estão assim: em agosto, as passagens para Toronto ou Montreal estão a R$1589 reais – ou 984 dólares. Ambos saindo de São Paulo. Para Chicago o valor sobe para R$2195  – ou 1360 dólares. Pesquisei vários destinos no Canadá e os melhores preços são estes dois (Para Ottawa sobe para R$1750 e Vancouver R$1850). O período é agosto, com permanência de pelo menos uma semana.

Com a passagem emitida ontem, começa agora o processo para obter o visto canadense. O passo a passo vou contando aqui.