A trilha da trilha: Tennessee 

É até injustiça com os outros estados querer fazer uma trilha da trilha do Tennessee. O estado está ligado ao surgimento do blues, do rock e da soul music. Só isso. Sem contar a importância dele pro country… 

Se for listar todo mundo que nasceu aqui ficaria horas. De Elvis Presley a Dolly Parson, de Al Green a Tina Turner. 

Mas pra essa trilha da trilha escolhi uma das minhas bandas prediletas. Que apesar de ser rock gravava por meu selo de soul predileto, a Stax. Os três primeiros discos, #1 Record, Radio City e Third/Sister Lovers são obras-primas. E o disco solo Chris Bell, I am the Cosmos… taqueopariu…

Obrigado amigos. Eu não estaria aqui se não fosse por vocês.

Anúncios

A trilha da trilha: North Carolina

Estou saindo oficialmente da Carolina do Norte. Foram 154 quilômetros no estado, além de outros 360 quilômetros com um pé aqui e outro no Tennessee, já que ia seguindo a fronteira dos dois estados.

A Carolina do Norte se mostrou mais parecida com Minas Gerais do que eu jamais poderia imaginar. As montanhas, o povo meio caipira, a recepção, as cidadezinhas acolhedoras. E um tanto de artista que saiu daqui e que são importantes pra música desse país.

Só o Superchunk e a Merge Records dariam um capítulo nessa Trilha da Trilha. O que a banda e o selo representam pra música independente americana não está no mapa. E a turma do jazz? John Coltrane e Thelonious Monk, só pra citar dois gigantes, são daqui. Max Roach também. E Maceo Parker. E a lista poderia continuar…

Mas minha escolha vai pra um grupo que mantém um clima bem, digamos, “Appalachian” nas suas músicas: Avett Brothers. Folk e baladas, tipo essa Head Full of Doubt/Road Full of Promises.

A trilha da trilha: Georgia 

Se antes eram músicas sobre os estados que tô passando, agora são músicas de artistas desses estados. 

Estou saindo da Geórgia, exatamente na divisa com a Carolina do Norte (sério, tem um árvore com uma placa bem na minha frente). E a Geórgia é a terra de uma das melhores bandas americanas de todos os tempos. Poucas tiveram uma carreira tão coerente, só com disco excelente, um depois do outro. Começaram bem, terminaram bem. Total respeito pras esses caras. 

E como hoje o dia tá chuvoso (de novo) achei de bom tom colocar essas música. It’s been a bad day. Please don’t take a picture.