Pacific Crest Trail S01E53

Dia 53

Feather River

40 km hoje

1536 km total

A trilha da trilha: Milton Nascimento e Lô Borges – Tudo O Que Você Podia Ser

Hoje, quando o Bituca começou a cantar no meu ouvido “com sol e chuva, você sonhava, que ia ser melhor depois, você queria ser o grande herói das estradas, tudo o que você queria ser… sei um segredo, você tem medo, só pensa agora em voltar…” eu tinha certeza que ele estava falando só pra mim…

Eu tenho andado basicamente sozinho esses dias, e tenho escutado muita música. Algumas batem forte de uma maneira que não sei explicar. Cantava Zumbi, do Jorge Ben, alto na trilha. Quase berrando. Dançava enquanto caminhava com a nova do Bonobo. O It Takes a Nation of Millions to Take Us Back do Public Enemy me deu a energia que precisava pra subiu alguns bons morros. Mas talvez pela letra, talvez por ser o Clube da Esquina, quando “Tudo o que você podia ser” começou eu achei que era pra pessoal. Mas caí no choro mesmo só quando começou a tocar Cais…

Não é tristeza. Eu tô feliz pra caramba de estar aqui. Adorando a trilha. É esse sentimento estranho, misto de saudade e vontade de dividir esses momentos com mais gente. Eu queria estar em casa com minha família, mas também queria que ela e vocês estivem aqui vendo essas montanhas, essas flores, ouvindo esses pássaros, curtindo comigo cada um desses passos…

Mas não dá pra ter tudo, né?

Andei com a Blueberry até chegar à cidade de Chester. Dividimos a carona com outros cinco hikers na caçamba de uma caminhonete. Eles ficaram na cidade. Eu comi no Subway, comprei o que precisava pros próximos dias e voltei pra trilha.

Hoje foi dia de cruzar o marco da metade da PCT. Bem, pra mim não é a metade ainda, mas não deixa de ser motivo de celebração. Comemorei o midpoint da trilha com um Cabernet Sauvignon aqui da Califórnia e caviar da Islândia.

A história do vinho eu conto: comprei uma garrafa tetrapak de meio litro por 2.50 dólares. E até que o vinho é bem bom. A história do caviar eu conto no podcast do @extremos. Manda uma mensagem aí pro Elias pra ele me perguntar sobre isso. Só digo que me senti très chic tomando vinho e detonando sozinho um pote de caviar no meio da PCT… Hiker trash é o caralho.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.