Pacific Crest Trail S01E113

Dia 113

Sonora Pass

42 km hoje

3873 km total

Meu tênis está desintegrando. Depois de mais de mil quilômetros por pedras, lama, terra, ele está abrindo do lado e não vai aguentar muito mais tempo. Já encomendei outro, que vai ser entregue em Tuolumne Pass. E arisquei: ao invés de comprar da mesma marca e modelo, aproveitei uma promoção na REI e resolvi trocar. Por lado, custou 3 vezes menos. Por outro, vai ser uma surpresa justamente nesses últimos (e difíceis) quilômetros.

Entro hoje na High Sierra. O primeiro ponto é Sonora Pass. A partir daqui rumo ao sul é obrigatório carregar o bear canister e guardar nele tudo o que tem cheiro – da sua escova de dentes ao seu lixo. É um peso extra de um quilo na mochila…

Chegar até aqui foi subir acima dos 3000 metros desde que voltei a Sierra Nevada. O local é o mesmo, mas o cenário é outro. Se foi a neve, apareceram as pedras, a vegetação, os animais.

A partir de Markleeville a trilha vai gradualmente subindo, subindo, até chegar a pouco mais 3200 metros. Acampei depois do primeiro passo, antes de chegar à estrada que leva a Kennedy Meadows North (não confunda com Kennedy Meadows que passei antes de chegar à Sierra Nevada – apesar do mesmo nome são locais diferentes).

O cenário vai ficando a cada minuto mais bonito. De um lado o vale, de outro a Serra (que deveria ser) nevada. O dia é puxado, mas o cenário é tão bonito, mas tão bonito, que não cansa.

A chuva ameaçava, mas não chegava até onde eu estava. No acampamento, à noite, tento decidir se vou ou não à Kennedy Meadows. Por um lado tem comida – café da manhã, ou hamburger. Por outro vai me atrasar um dia – mas eu estou adiantado na minha programação. Melhor descansar e aproveitar a vista. Tomo a decisão pela manhã.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.