Pacific Crest Trail S01E107

Dia 107

Donner Summit, CA

0 km hoje

3650 km total

Então…

Na verdade a distância percorrida hoje deveria ser -3 km. Eu percorri no norte pro sul um trecho da trilha que eu já tinha andando. E amanhã (re)ando um pouco mais, até chegar ao Donner Pass, onde eu acampei no dia 46, logo depois de pular a Sierra Nevada. A partir dali vou descendo rumo ao sul até chegar a, espero, Mount Whitney, daqui a uns 20 dias.

E pra chegar aqui foi uma maratona. Veja bem: ontem, cinco da manhã, eu comecei a caminhar no norte de Washington. Às 10:02 cheguei à fronteira. 13:30 eu chegava ao Manning Park e às 15:03 eu subia na caçamba de uma caminhonete, depois de ficar estressado com o cartão que não funcionava.

Pois bem. Cheguei a Hope, British Columbia, Canada às 17h e não consegui uma carona até Vancouver, o que me fez desistir e comprar uma passagem de ônibus. Até aí eu ainda não sabia quando pegaria um voo pra voltar à Califórnia, simplesmente porque eu não sabia quando conseguiria chegar ao aeroporto…

Já dentro do ônibus, que atrasou quase meia hora e passou às 19:30 e não às 19:05 como previsto (e eu tenso, claro) e comprei uma passagem Vancouver – Seattle – Reno, que saia às 6 da manhã.

Cheguei em Vancouver às 21:30 e peguei dois metros até o aeroporto, onde passei a noite, sem dormir. Eu também estava tenso com a possiblidade de ter algum problema na imigração, já que em lugar nenhum constava que eu tinha saído dos EUA. Felizmente foi tudo tranquilo.

Peguei o voo às 6:00, cheguei em Seattle às 7:00 e gravei o podcast com o Extremos às 9:00, antes de pegar o próximo avião, que eu também não sabia se iria embarcar, porque estava na lista de espera. Consegui embarcar às 11:30 e de entro da aeronave liguei pro correio de South Lake Tahoe, onde estão meu bear canister e ice axe, pedindo a eles para mandarem isso pra frente já que, por causa

do feriado, eu não iria conseguir chegar na cidade.

Cheguei em Reno, Nevada, às 14:00. Meu contato lá, o Super Vegan Hiker, estava sem carro e iria viajar no do seguinte pra fazer o Caminho de Santiago. Achei melhor não incomoda-lo, agradeci a oferta da estadia e peguei um Uber até Sparks, de onde peguei um ônibus às 14:45 para Truckee, Califórnia.

Ainda está acompanhando? Não acabou. Como vai acontece um festival na cidade essa semana, o ônibus não pode chegar ao destino. Desci antes e andei até onde queira ficar, o supermercado e a loja de equipamentos esportivos, onde troquei o meu quarto par de meias (já disse o quanto estou fã da Darn Tough? Nunca mais uso outro meia na vida…) e o super prestativo Johaness trocou as fivelas da minha mochila que haviam quebrado nos voos.

Comprei os suprimentos pra uma semana, conversei com Ale, e quando decido voltar pra trilha encontro de novo o Johaness, que gentilmente me deu uma carona. (Des)andei os três quilômetros que já tinha feito e aqui estou, feito zumbi, prestes a cair no sono.

E vocês ainda acham que o que cansa è caminhar. Tenha paciência…

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.