Pacific Crest Trail S01E106

Dia 106

Canadá

19 km hoje

3650 km total

Acordei às cinco da manhã. Meus planos eram tomar café no topo da montanha, antes de descer até o Canadá – os últimos 15 quilômetros são de descida – mas quando acordei o sol já começava a sair.

Às seis já estava na trilha, subindo o último morro, e às sete parei pro desjejum. Estava ansioso com esse trecho, mesmo não sendo o meu final. Mas chegar na fronteira é um marco e tanto.

Às 10:02 eu cheguei lá. O marco é idêntico ao da fronteira do México, cinco toras de madeira com as infos da trilha. Mas aqui não tem muito, nem grade, nem guarda florestal, nem alfândega. É só o marco e um monumento marcando a fronteira l. Teoricamente você pode ir dos EUA pro Canadá com a permissão que você emite online, mas não pode fazer o inverso. Mas não tem ninguém ali controlando.

Cheguei ali, fiz minha fotos, abri o espumante que estava levando e entrei no país vizinho. São mais 16 quilômetros, não computados, até o parque Manning. No caminho cruzei com um caro e o filho de bicicleta. Disse que ele devia fazer a PCT dia. “Já fiz vários trechos aqui perto de bicicleta. É ilegal, você sabe, mas ninguém toma conta…”

Eu já não tinha nada de comido na mochila e fui direto ao restaurante. Um hamburger, uma cerveja, a conta. Senha invalida no cartão. Tenta esse. Senha invalida de novo. Tenta esse então. “A gente não aceita American Express… mas tem um caixa eletrônico ali na porta”. Vou lá. Tento sacar dinheiro da minha conta. Cartão recusado. De novo o drama… consigo resolver tirando 100 dólares do cartão de crédito da American. Mais uma coisa pra resolver mais tarde…

Na estrada, são 20 minutos de espera até um carona, que consigo na caçamba de uma camionete cheia de feno. E umas cervejas jogadas, que a motorista disse que eu posso tomar. “A gente só vai até Hope, mas lá seu telefone vai funcionar e você ver como chega ao aeroporto”. Claro que pulei pra dentro. Mas esse era só o início da jornada.

Em Hope não consegui carona para Vancouver. Mas vi que tinha um ônibus às 19:05. Comprei a passagem online e fiquei na espera. 19:10 chega o casal do Alasca que encontrei três vezes na trilha (!) com três caminhantes. O busão só chegou às 19:30.

De dentro do ônibus comprei a passagem para 6 da manhã de Vancouver à Reno, via Seattle. Pronto. Isso tá resolvido. Agora é só saber como chego da parada do ônibus ao aeroporto. Depois em Reno do aeroporto até o ônibus. Chegar em Truckee. E de Truckee tentar conseguir uma carona até Donner Pass. Logísticas, logísticas…

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.