Pacific Crest Trail S01E123

Dia 123

Pinchot Pass

32 km hoje

4215 km total

Eu tenho achado Sierra Nevada repetitiva: sobe, um lago, montanhas, mais subida, outro lago, sobe mais, chega no passe, vista dos dois lados, desce até as árvores, acampa. Tenho achado tudo lindo, é verdade, mas repetitivo.

Mas hoje Mather e Pinchot Pass conseguiram me surpreender. O roteiro não mudou, mas a vista se superou. A mais bonita da trilha até agora.

Os dois passes são altos – o Mather a 3686 metros e o Pinchot a 3690 metros – mas entre eles a trilha não desce tanto quanto nos demais: você chega a 2965 metros, “apenas” 700 metros de desnível (nos outros chega a mais de mil).

Por causa disso resolvi cruzar os dois numa tacada. Tinha acampado pouco depois da base do Mather, quase a 3000 metros, e por volta das onze cheguei ao topo. Segui firme pra cruzar o Pinchot às 16:30.

No caminho ainda deu pra dar uma parada e me jogar nas águas azuis e geladas do Lake Marjorie. O dia estava quente, eu suado – e sem banho desde Washington – e não tive dúvidas: me joguei com roupa e tudo.

Resolvi acampar no primeiro lugar que achei depois de cruzar Pinchot, um ponto não marcado no guia, mas próximo a um lago (que dessa vez só lavei os pés) e bem guardado do vento por árvores. Com os dois passes do dia, devo terminar na segunda, dia 16, bem antes que tinha previsto inicialmente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.