Pacific Crest Trail S01E118

Dia 118

Mammoth Pass

27 km hoje

4057 km total

Passei ontem os 4.000 quilômetros caminhados pelo Pacific Crest Trail e nem notei. Isso é mais do que ir de BH, onde moro, até Manaus, no Amazonas, segundo o Google Maps. Ou ir e voltar a pé da minha casa até Recife, em Pernambuco. É muito chão…

Mas ainda faltam pouco mais de 200 quilômetros. Duzentos quilômetros complicados, os mais difíceis da trilha. Que eu agradeço todo dia por não estar fazendo na neve…

Tem feito frio à noite. Temperatura negativa: menos 2 ou três graus. Mas não tem neve no chão. Quando acordo o orvalho tá congelado, placas finas de gelo cobrem os lagos, mas ainda tá de boa. Em alguns dias (faltam menos de duas semanas pra acabar) vou estar a quase mil metros mais alto que agora e o frio vai complicar mais. Isso me faz querer manter o passo e os dias longos e terminar o quanto antes.

Mas hoje tinha um restaurante no caminho… Pensava em chegar no Reds Meadows e comer um sanduíche e beber uma cerveja. Mas as coisas nem sempre saem como planejado…

Cheguei lá por volta das 13h, depois de passar pela formação rochosa de Devils Postpile, um monumento nacional. Cheguei no lugar e antes de ir ao restaurante fui ver o que tinha na hiker box, que muita gente dizia ser boa. E os comentários eram verdadeiros. Era tanta coisa boa que resolvi economizar os 18 dólares do sanduíche (pois é …) e comprar só a cerveja.

Dali foi andar apenas mais 6 quilômetros até um lugar pra acampar (lá o camping custava 23 dólares por pessoa…) e preparar o frango com arroz e legumes que peguei. Antes das sete, quando o sol se pôs, já estava no saco de dormir. O frio tá de lascar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.