A trilha da trilha: Wes Montgomery – California Nights

Tem dia que é foda. Por mais que você pense vai sair bom ele se supera.

O por do sol de ontem e a lua cheia me deixaram todo cheio de esperança pro dia de hoje. Não só isso: o app dizia que Walker Pass, onde a gente tinha planejado acampar, era um lugar que frequentemente tinha Trail magic. Seriam so 30 quilômetros até lá e a promessa de comida e bebida me tirou da cama cedo.

Às seis eu já estava de pé. Break Away já desmontava sua barraca e seguia caminho, Tyler (tenho que começar a chamá-lo por seu trail name: Change…) também já acordava. Às 6:16 do dia 16/6 eu assinei o registro e peguei a trilha morro a cima.

A primeira parte era subida, mas o sol, que havia surgido às 5:30, ainda não tinha vencido as nuvens. Tempo agradável, nada de calor, e

depois do morro foi passeio. Cheguei às 12:45 no destino. Change já estava lá, BA havia parado na água e chegou logo depois. Ed (tenho que começar a chamá-lo por seu trail name: Rust) chegou mais tarde. Era cedo, o trail magic não passava de uma louca num carro decorado e restos de comida que detonamos em um segundo (mexericas murchas, M&M quase derretidos, um pão de ontem, sobras de geleia de amendoim e molho de tomate) quando BA sugeriu: porque não ir

à cidade? Ainda è cedo, a gente pode uma carona, comer alguma coisa e voltar. Vai fazer bem pro espírito, ele disse.

Change e eu topamos. Rust não. Lake Isabella fica a 60 quilômetros de onde estávamos. Mas, ei! Lá tem pizza! Vinte minutos na estrada foi suficiente pra alguém nos pegar. E comemos duas pizzas grandes (e bebemos uma quantidade absurda de refrigerante).

Na volta decidimos que valeria a pena andar mais alguns quilômetros para ter que andar menos no dia seguinte. Rust já havia seguido, os outros que tem andando perto da gente (Squirrel, Drumstick, Chopsticks, Dr. Jones) resolveram ficar e a nós, às sete e meia da noite, resolvemos pegar a trilha de novo morro a cima.

Com a lua cheia e o sol se pondo e pintando o céu de laranja, subimos até o primeiro camping que achamos, à cinco quilômetros de onde estávamos. Abrimos as cervejas que trouxemos da cidade e ficamos ali observado a lua.

Tem dia que se supera, e ainda tem a lua pra te lembrar que tudo termina bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.