A trilha da trilha: Eagles – Hotel Califórnia

Como havia chegado na cidade no dia anterior, Abel deixou a gente logo cedo em um restaurante e fui ao Best Western, onde tinha feito uma reserva, pra tentar um early check-in. Eram dez da manhã. “O check-in é às 15h. O mais cedo que consigo pra você é às 13h”, disse a atendente. Tá ótimo. Sentei no lobby pra terminar o segundo podcast (tá no ar, já ouviu?) e fiquei observando a movimentação. Um bando (acho que o melhor aqui é corja…), uma corja de hikers ia chegando tentando a mesma coisa. Deixavam a mochila no lobby, atacavam as sobras do café da manhã, saiam pra comer alguma coisa. Eram uns 30, talvez mais.

Tyler, Ed e Lost Boy chegaram logo depois e fizeram a mesma coisa: largaram a deixaram as mochilas no chão e foram ao supermercado fazer compras pra próxima semana. “Não, vou ficar por aqui. Preciso terminar essas coisas”, eu disse.

Eles voltaram quando eu pegava a chave do quarto. Nos amontoamos os cinco (Break Away também estava com a gente) no quarto com duas camas de casal embaixo da escada.

Escolhemos ficar no hotel e não em algum trail angel pela possibilidade de usarmos a piscina. Mas o dia estava tão quente que passamos a tarde toda no quarto com o ar condicionado no talo.

Com o podcast no ar foi hora de ligar pro meu convidado do terceiro episódio e conversar sobre Sierra Nevada. Neve, travessia de rios, mortes, beleza natural, superação e desafios. Vai estar tudo no próximo programa.

A noite foi a vez de irmos ao buffet de comida chinesa da cidade. Por $12.95 você come o quanto quiser – agora imagina o poder de destruição de cinco caminhantes famintos.

Quando voltei pro hotel (como não tinha feito às compras mais cedo fiquei no supermercado enquanto os meninos voltaram) a corja havia tomado conta da piscina. Os meninos estavam no quarto: “tem gente demais por lá. A gente achou melhor ficar por aqui mesmo…”

Sentei num canto e escrevi o texto para O Eco, que deve entrar no ar nos próximos dias. Aviso quando for publicado. E carreguei no app o novo trecho da trilha, daqui de Tehachapi até South Lake Tahoe. Mais 800 quilômetros de caminhada pela frente.

Um dia de folga e consegui fazer quase tudo que precisava. Agora preciso editar os vídeos, escrever o texto em inglês pro The Trek, dar uma ajeitada na minha mochila, que está mais pesada que eu gostaria. Mas essas coisas vão ficar pro próximo dia de folga, daqui a uma semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.