A trilha da trilha: Smash Mouth – Pacific Coast Party

Ontem contei sobre o Hiker Heaven, de como a coisa lá é organizado e bem administrada, de como tudo roda bem e tranquilo e hoje estou no Casa de Luna, que está no lado oposto em termos de organização. Pra chegar aqui são 40 quilômetros desde Agua Dulce. A trilha é tranquila, apesar do sol e de alguns morros. A caminhada ainda foi aliviada por dois Trail Magics que encontrei pelo caminho. Gatorade, chocolate, frutas. Nada mal.

Quando chegamos – eu e Tyler, agora Change, já que vive achando moedas na trilha – na estrada de San Francisquito Canyon, que leva até a cidade de Green Valley, conseguimos carona com o primeiro carro que passou, que nos deixou no posto de gasolina, a poucos quarteirões da Casa de Luna.

A Casa de Luna é a casa dos Andersons. O

lugar é, segundo eles próprios, um Hippie Daycare. Na entrada, ao lado dos banheiros químicos colocados na rua e de sacos e sacos de lixo, estão meia dúzia de sofás velhos e uma cozinha improvisada. Na outra ponta tem uma mesa com tinta e pincéis para que os hikers possam pintar pedras e colocá-las onde quiser na casa. O povo fica ali, relaxando, descansando, comendo e bebendo. As regras da casa estão na parede atrás dos dois grandes lençóis assinados por todos que passaram aqui esse ano (umas 2000 pessoas). As regras são simples: 1) dar um abraço na Terri. 2) vestir uma camisa havaiana. 3) passar pelos portões e achar um lugar pra montar sua barraca na florestinha nos fundos da casa…

Eles servem jantar – sempre a mesma coisa: taco salad – e cafe da manhã – panquecas.

A florestinha onde você acampa é incrível. Uma longa trilha por entre galhos e árvores, com pedra pintadas por todos os lados e barracas e gente cowboy camping. Tirando os insetos e abelhas, é uma delicia de lugar.

A Casa de Luna é um dos vórtex da trilha: os caminhantes chegam ali e ficam uma, duas, cinco noites, fazendo festa e sem querer continuar a caminhada. É uma zona, mas é bacana. Se tem um lugar que exemplifica o termo hiker trash é Casa de Luna.

Depois do jantar todo mundo tem que dançar para ganhar a bandana “oficial” da PCT. E depois café da manhã, antes de voltar pra trilha, todos têm que tirar uma em grupo. E se você ver as fotos no página deles no Facebook todo mundo está gargalhando. Não dá pra falar porquê. Tem que estar lá pra saber.

“Tomou seu café? Comeu panquecas? Tirou sua foto? Então dá o fora daqui. Se vocês não forem embora como vou sentir saudade de vocês?”, me disse Terri depois que dei nela o abraço de despedida.

Casa de Luna. Que lugar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.