A movimentação na casa de Scout e Frodo começa cedo. Às 4:30 o café da manhã começa a ser preparado, às 5:30 está pronto à espera dos hikers, às 6:00 todo mundo sai pra trilha, pra chegar às 7:15 em Campo e cada um pegar o seu caminho – que aqui é sempre o mesmo: uma trilha continua ligando a fronteira do México à fronteira do Canadá.

Eu não vi o grupo saindo. Ouvi um ou dois despertadores, algumas mochilas sendo fechadas e só. Dormi de novo e acordei às 7:00, com a casa já quase vazia. Shuffles, a sul-africana-neozelandesa que está trabalhando de voluntária, estava sozinha à mesa e me juntei a ela. Pouco depois chega Martin, o theco. Eduard, francês, era o único outro hóspede, isso porque estrangeiros podem ficar até três dias (canadenses dois, americanos um).

O dia foi de espera: a caixa com as coisas que ganhei do Caveman Dirtbag Sponsorship ainda não chegou e passei o dia no balanço na frente da casa aguardando o correio. “Já saiu de manhã para entrega”, me disse Amanda, que é meu contato no patrocinador.

Mas não só isso: ajudei Shuffles na limpeza da cozinha e do banheiro, refiz mais de uma vez minha mochila, pesei de novo cada equipamento, passei permethrin nas minhas roupas e mochilas (ao contrário da Appalachian Trail, carrapatos não são tão problemáticos aqui na Califórnia, mas sabe como é, seguro morreu de velho) e vi a movimentação de chegada de mais e mais caminhantes. De tempos em tempos chega um carro – voluntários ou os próprios Scout e Frodo – com três, quatro, cinco pessoas que irão começar a trilha amanhã ou depois. A casa vai ganhando vida: gente comparando os equipamentos, outros já dispensando o que não querem mais, caras de preocupação, sorrisos de nervosismo e ansiedade. Americanos, australianos, alemães, gente de todo canto, de todo jeito, de todas as idades, com um objetivo comum: completar a trilha.

A caixa só chegou no final da tarde. Saí para ir ao correio mandar pelo correio um livro para a Amanda Lourenço e na volta lá estava a caixa. Dentro chocolates, jaqueta, capa de chuva, gorro e equipamentos que estavam faltando e pedi para que eles mandassem pra mim. Agora sim está tudo pronto. Daqui a doze horas começa a PCT.

A trilha da trilha: Tom Waits – San Diego Serenade

Anúncios

8 comentários sobre “Pacific Crest Trail – Day 0

  1. Estou sempre o acompanho … Vc tem o estilo de vida que eu adoro… Também sou uma andarilha… Já fiz várias, e são estas caminhadas que me motiva… obrigada por detalhar e assim eu caminho contigo… Abraços e força.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.