Appalachian Trail S01E112/113

Dias 112 e 113, 04/08 e 05/08: Lake of the Clouds Hut (1855.4) a NH 16, Pinkham Notch (1870.4) e zero em Gorham, NH

Distância do dia: 15 milhas | 24,14 km

Distância total: 1870.4 + 8.8 milhas | 3024,27 km

Distância que falta: 319.4 milhas | 514,02 km

Dias que faltam: 18

Um dia antes da gente chegar no Lake of the Clouds um southbounder passou por ali mas achou melhor não passar a noite. Iria caminhar até o próximo camping e cruzar o trecho acima da linha de árvores – o mesmo que a gente passou ontem correndo pra chuva não nos pegar – mesmo com a previsão de tempestade. No meio do caminho o tempo virou e ele decidiu acampar. Quando falava ao celular, dentro da barraca, um raio caiu do seu lado. A descarga elétrica fez o aparelho explodir em sua orelha. O hiker precisou ser resgatado pela equipe do Hut…

Ficar não só pelo lado econômico mas também pela segurança. Quando a gente chegou ainda era cedo, uma 3:30. O responsável pelo lugar perguntou se a gente iria passar a noite. “Se você tiver Work for stay…” Ele respondeu: “então vocês vão passar a noite. Com essa chuva vindo não vou deixar vocês saírem daqui não…”

Ficamos ali de bobeira até 7:30, quando os hóspedes do lugar terminam de jantar e a gente invade a cozinha que nem urubu na carniça. Deixar os famintos thru hikers comerem as sobras é ótimo também pro Hut: menos lixo que eles tem que levar pra base da montanha…

Além de mim e Wash Bear outros hikers foram chegando. Eram uns 8 no total. Como fomos os primeiros, ficou com a gente o trabalho da noite. Simples e rápido: limpei o fogão e pronto. Meia hora de serviço em troca da minha janta e do chão do refeitório pra dormir.

Essa é a parte ruim: só podemos ir pra cama depois das dez (pra um hiker meia noite é às 8…) e acordamos às 5:30. E durante toda a noite tem gente passando, indo ao banheiro, perambulando por ali. Não dormi antes de uma, cinco já tava acordado.

A ideia era mesmo sair antes do café da manhã. Com previsão de chuva no final do dia queria chegar na cidade antes dela. E boa parte do dia era acima dos 5 mil pés, em região aberta, sem árvores. Pedras, vento, neblina. Não vi nada do topo do Monte Washington, o segundo mais alto da AT. E quando começamos a descer, achando que o terreno e o tempo iriam melhorar… nada. Mais pedra, mais neblina, mais vento. Pra fazer as 15 milhas gastamos mais de dez horas…

Com a previsão de mais chuva e tempestade no dia seguinte a ideia era tirar um zero em Gorham, de preferência num hotel. Foi na carona pra cidade que tivemos a notícia que justamente esse final de semana acontecia um encontro de quadriciclos por aqui. Hostels lotados, hotéis também. Conseguimos um quarto em um dos hotéis da cidade pelo dobro do preço que estávamos esperando…

O dia de folga era necessário não só pra evitar tempestade no alto da montanha (chuva ok. Raios nem tanto…). Estava precisando. Pernas cansadas dos dias puxados das últimas semanas. Agora e focar no final da trilha. Amanhã vai ser duro, já sei. E só mais um dia deixo New Hampshire. O final está próximo…
IMG_20170804_073652IMG_20170804_085656IMG_20170804_093815_738

Anúncios

Um comentário sobre “Appalachian Trail S01E112/113

  1. Oh meu Deus! Sua jornada está no fim! Comecei a “seguir” seus passos porque pretendo fazer um pedaço da trilha de MG (Sabarabuçu) e fui buscar informações na internet e achei seus relatos. Já é rotina ligar o computador e ver se tem novidades!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s