Appalachian Trail S01E85

Dia 85, 08/07: Fingerboard Shelter (1388.3) a West Mountain Shelter (1396.8)

Distância do dia:  8.5 milhas | 13,67 km

Distância total: 1396.8 + 8.8 milhas | 2262,09 km

Distância que falta: 793.0 milhas | 1276,20 km

Hoje eu tomei um banho e essa foi a melhor coisa que aconteceu essa semana. E olha que estou acampado vendo a cidade de Nova Iorque no fundo…

O banho – no banheiro de uma praia de lagoa, que só abre pro público às 11 da manhã, e onde aproveitei pra lavar toda a minha roupa – foi a melhor coisa, mas não foi a mais emocionante. Essa foi antes disso, logo pela manhã…

Cheguei ontem tão esbugalhado no shelter que ao contrário do que venho fazendo resolvi não montar minha barraca. Fiquei no shelter mesmo. Eu e mais dois caras. O shelter fica no alto de um morro, os campings abaixo disso. O riacho com água mais abaixo ainda. Ele fica a uns 100 metros, então leva um tempo pra ir, pegar a água e subir de volta.

Dois outros caras acamparam, cada um de um dos lados do shelter. Pela manhã o cara da esquerda deixou a barraca montada e veio tomar café da manhã no shelter. O da direita desmontou tudo, guardou na mochila e deixou a mochila lá. Os dois desceram pra pegar água quase ao mesmo tempo.

Nisso não passou dois minutos apareceu um urso. Eu e mais dois no shelter. Outros dois na água. O urso entre a gente…. Ele desceu, passou a uns 10 metros do shelter, sem ligar pra gente, e foi direto na mochila. Direto não: parou, deu uma estudada, rondou e foi até a mochila. Na mesma hora o cara da esquerda aparece subindo o morro. A gente no shelter via tudo. Ele subindo não via nada. E mal ouvia a gente… Comecei a gritar e jogar pedras pra espantar o bicho, que não tava nem aí. O cara da esquerda ouvia os gritos, mas não entendia o que tava rolando. O urso só saiu quando sentiu que o cara tava perto – uns 5 metros ou menos. Deu a volta, ficou por trás do cara, que ainda não tinha visto nada. Só ali ele entendeu o que a gente gritava. O urso finalmente assustou e correu. Pra onde estava a barraca do cara…

Então estamos os agora 4 tentando espantar o urso da barraca do lado esquerdo. Eu olho pra direita e adivinha? Outro urso. Maior. Fazendo o mesmo.caminho do primeiro. Sondando a mochila que não ficou ali cinco minutos… E o outro cara, o dono da mochila, subindo o morro. A cena se repete. A gente grita, ele não entende, o urso faz a volta, fica a pouco metros dele, ele se vira e de dá conta, o urso assusta e foge. Tudo rápido e silencioso. Aquele bicho enorme se movendo e você não ouve um barulhinho sequer…

Saí logo depois disso pro banho. Sério: a melhor coisa da semana. Um banho. E nem quente estava. E lavei as minhas roupas no banho.

E como só tenho que estar segunda cedo na cidade pra pegar minha comida e dinheiro, resolvi andar pouco hoje, fiz um desvio da trilha e vim pra esse shelter que é de frente pra Manhattan. Tô aqui deitado e vendo o skyline da cidade. Parece filme. Daqueles de ficção apocalipse: porque além de ver a cidade lá no fundo eu ouço tiros de metralhadora e canhão. Pelo visto tem algum centro de treinamento por aqui…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s