Appalachian Trail S01E32

Dia 32, 16/05: Zero em Damascus

Era, como se diz em inglês, a long shot, um tiro no escuro, mas eu precisava tentar. Hoje peguei um bicicleta aqui no hostel e fui lá onde eu perdi o telefone. Sabia que seria praticamente impossível achar, mas queria tentar. E tentar entender o que aconteceu.

Não fui pela AT: segui pela Virgínia Creeper Trail, que segue paralela à rodovia 58 e ao rio. De bike, sem aclive, não demorou meia hora pra chegar. Segui a pé pela AT e entendi o que houve. Num derminado ponto a AT cruza uma outra trilha, que eu tinha pegado ontem e como não tinha white blaze acabei voltando. Na intersecção tem um mapa pregado numa árvore, que eu passei batido. Nele mostra o desvio. Essa trilha auxiliar chega no asfalto e na Creeper Trail, onde eu tinha deixado a bicicleta. E fica a menos de 100 metros do trecho original da AT, interditado porque a ponte tinha caído.

Fui lá de novo, entrei na água e fiquei tateando as pedras,  a esperança do telefone ter ficado por ali. Fiz uns testes com madeira e madeira e nos dois casos, por causa da correnteza, se o telefone caiu onde acho que pode ter caído, o rio levou. Voltei, segui a Creeper Trail mais ao norte e fui na outra margem do rio, onde dei falta do aparelho. Desci as escadas, olhei por ali também é nada. Na volta até entrei num trecho mais abaixo, onde tem acúmulo de material – casa de castor, na verdade. O nome do riacho é Beaver Creek – e nada. Pelo menos tirei o peso da consciência.

Conclusão disso tudo é que mais que bobeira minha ter esquecido o bolso aberto foi burrice ter entrado no rio. Não deveria ter feito isso. Ficou claro hoje quando voltei: o caminho não era por ali. Eu errei e ter perdido só o celular saiu barato…

O Woodchuck’s, o hostel onde estou, é ótimo. Camas de verdade, com travesseiro e roupa de cama, café da manhã ótimo, clima bacana e nada daquela muvuca que é a maioria dos outros. Passei a tarde aqui é saí só pra ir ao supermercado comprar o almoço: um frango assado, um litro de limonada, um pote de Haagen-Dazs de café e uma fatia de bolo…

Queria uma cerveja, mas nenhum dos três bares da cidade abre hoje. E o hostel não permite bebida… Vai ficar pra amanhã.

A caminhada vai ficar e pause até semana que vem. No meu planejamento inicial chegaria aqui em Damascus só na sexta, pro Trail Days. Me adiantei uma semana e vou pega-la de volta.

Ah! Perdi o telefone mas ganhei um par de meias 🙂 Uma das que estou usando furou. Tirei uma foto e mandei pro pessoal da Wigwam. E estão mandando um par novo aqui pra mim… 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s