Ontem tive o prazer de participar do primeiro bate-papo, fruto da minha experiência caminhando os quase 1200 km da Estrada Real. O convite veio da Renata Ávila Alamy, amiga de longa data e uma das cabeças responsáveis pelo Guaja, espaço coworking aqui em BH. No Guaja funciona também o Bar do Convés e toda segunda eles abrem espaço pra profissionais exporem suas experiências no projeto Santo de Casa. Foi aí que me encaixei.

E a coisa funcionou bem demais. Me chama atenção como esse tipo de “aventura” fascina as pessoas. Mais do que eu esperava, confesso. Renata disse que foi o Santo de Casa mais cheio de todos, o que me deixou extremamente feliz (consegui tirar aquele tanto de gente nunca segunda-feira à noite de casa, no inverno!). Além da Estrada Real, contei um pouco também sobre o Caminho da Fé (que fiz em 2015) e a Appalachian Trail (que faço ano que vem), além dos motivos e razões para se caminhar. Foi bom rever amigos de longa data que há muito não via, conhecer gente nova interessada em caminhadas e trilhas e pessoas que já fizeram a Estrada ou trechos dela, de bicicleta, a pé e de moto. Obrigado a todos, de coração, pela presença.

Tentei também transmitir a palestra via Facebook para quem não pode ir. Foi meio frustrante, mas os problemas são fáceis de resolver para uma próxima edição, que deve acontecer em breve. O formato blog > zine > palestra parece funcionar bem: um segundo bate-papo, desta vez na Bodega Sincero, já está agendado (detalhes ainda essa semana) e o pessoal do Mesha, outra daquelas iniciativas geniais que surgiram em BH nos últimos anos, assim como o Guaja, também está estudando um encontro dentro da série Mesha Talks. Marcando conto pra vocês.

E mais: meus amigos da editora Entrecampo lançaram no evento um fanzine de 24 páginas, impresso em papel pólen, com trechos dos meus relatos aqui do blog e de fotos do passeio pela Estrada Real. O trabalho do Grazi e do Portilho é primoroso: impressão em risografia, capa especial, design caprichado, acabamento de primeira. Muito, mais muito feliz com o resultado. O zine pode ser comprado diretamente com eles. Só entrar em contato.

E tenho pensado em outros frutos dessa experiência. Aproveitando o frescor da chegada (tumultuada) em BH e formatando mais uma coisinha ou outra pra muito em breve.

Anúncios

Um comentário sobre “Blog&Zine&Palestra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s